Segurança do Trabalho: Transporte Manual de Material

O transporte manual de materiais abrange diversas atividades na Construção Civil, que vão desde carregamentos de sacos de cimento à transporte de tijolos.

Feito de forma incorreta, pode levar a vários problemas de saúde, como dores e lesões em braços, pernas, coluna vertebral e articulações. Por isso, é preciso considerar a segurança do trabalho e expor para os colaboradores a forma correta de transportar manualmente determinados materiais.

Para te ajudar com essa tarefa, abaixo apresentamos os riscos do transporte manual de materiais e os procedimentos corretos para evitá-los. Acompanhe conosco!

Riscos e lesões que o transporte manual pode gerar

A movimentação manual de cargas pesadas implica o desenvolvimento de esforço muscular. Esse esforço traduz-se numa compressão dos vasos sanguíneos e do tecido muscular, originando uma diminuição do fluxo sanguíneo e, consequentemente, uma redução do fornecimento de oxigênio e de açúcar.

Todo este quadro conduz à fadiga que, por sua vez, pode provocar uma redução da eficiência do trabalho, gerando um aumento do risco de acidentes. Simultaneamente, o transporte de objetos pesados e/ou volumosos pode causar outro tipo de efeito sobre o corpo humano: doenças.

Condições como a ciática, deslocações da hérnia discal, roturas de ligamentos, lesões musculares ou das articulações acarretam incômodos para trabalhadores e empregadores, implicando, além da dor, que o trabalhador tenha que se deslocar ao atendimento médico, podendo atrapalhar os procedimentos de trabalho.

Além dessas situações, deve-se considerar os riscos extraordinários na movimentação manual de cargas, como:

  • Quedas de objetos sobre os pés;
  • Ferimentos causados por objetos penetrantes;
  • Choque com objetos;
  • Entalhamentos.

Procedimentos de segurança do trabalho para transporte manual de material

A movimentação manual de cargas é qualquer uma das seguintes atividades, executada por um ou diversos trabalhadores: levantar, agarrar, abaixar, empurrar, puxar, transportar ou deslocar uma carga.

De acordo com a segurança do trabalho, antes de levantar uma carga, o trabalhador deve preparar-se para a tarefa, se certificando de:

  • Saber para onde vai;
  • Que a área para onde se dirige está desimpedida de obstáculos;
  • Que pode agarrar firmemente a carga;
  • Que as suas mãos não estão escorregadias;

Vale ressaltar que se a carga for movimentada por dois ou mais operadores, todos devem ter ciência dos pontos acima antes de inciarem a atividade.

Em seguida, para levantar a carga, os trabalhadores devem seguir os seguintes passos:

  1. Colocar um pé de cada lado da carga e o corpo sobre a mesma (se não for possível, tentar colocar o corpo tão próximo quanto possível da carga);
  2. Utilizar os músculos das pernas para se erguer;
  3. Endireitar as costas;
  4. Colocar a carga tão próxima quanto possível do seu corpo;
  5. Levantar e transportar a carga com os braços esticados e virados para baixo.

Leia também:

Segurança do trabalho: boas práticas em escavação de valas.

Procedimentos de segurança do trabalho para empurrar e puxar objetos

Para empurrar ou puxar um objeto, os trabalhadores devem utilizar a ajuda do peso próprio do corpo — eles devem inclinar-se para a frente quando empurram e inclinar-se para trás quando puxam. É importante que estejam firmemente apoiados no solo para poderem fazer esse movimento. A segurança do trabalho também recomenda evitar torcer e dobrar as costas.

Os dispositivos de movimentação, quando utilizados, devem dispor de pegas ou alças, de modo que os trabalhadores possam utilizar as mãos para exercer força; a altura das pegas deve situar-se entre os ombros e a cintura, oferecendo uma boa posição para o trabalho. Adicionalmente, devem se encontrar em boas condições de manutenção, de modo a que as rodas tenham a dimensão adequada e deslizem suavemente.

Medidas de prevenção para evitar acidentes

Além de seguir os procedimentos corretos, existem algumas medidas de segurança do trabalho que podem ajudar a prevenir lesões e acidentes na hora de realizar o transporte manual de cargas, como a escolha correta do pessoal que desempenhará essa atividade.

Os valores-limite de peso que cada trabalhador pode carregar variam de acordo com a idade, sexo, duração da tarefa, frequência do movimento de elevação e transporte e capacidade física do trabalhador. Também, deve-se considerar o conhecimento técnico sobre os procedimentos de transporte manual de cargas.

A utilização de Equipamento de Proteção Individual (EPI) adequado é fundamental. Quando possível, dar preferência à utilização de meios mecânicos auxiliares (carros de mão, rolos, patins, ventosas, pinças ou garras).

Gostou de aprender mais sobre a segurança do trabalho no transporte manual de cargas? Assine nossa newsletter e receba discas como essa diretamente no seu e-mail!

Deixar um comentário