6 erros que podem gerar atrasos na entrega da obra

Os atrasos na entrega da obra são um problema sério no negócio de construção. Eles não só afetam diretamente o seu projeto atual, mas também afetam indiretamente seus próximos trabalhos, pois tudo será empurrado para frente.

Os recursos vão se acabando, as estimativas são descartadas, e seu negócio se vê em busca de recuperar o atraso sem sacrificar a qualidade.

Os atrasos podem ser causados ​​por uma série de coisas, seja o cliente, a equipe de construção ou os atos da natureza. Independentemente da causa, é importante que suas equipes estejam prontas para qualquer coisa que aconteça pelo caminho.

Aqui estão 6 das causas mais comuns de atrasos nos projetos de construção, como elas acontecem e o que pode ser feito para evitá-las.

1. Clima

Semanas de chuva ou uma tempestade inesperada podem atrasar uma construção. Simplesmente não há maneira de trabalhar quando o solo se transformou em um poço de lama e os veículos afundam até o topo de seus pneus.

Infelizmente, não há muita coisa que possa ser feito sobre isso, exceto programar as etapas críticas da sua obra, como a fundação, fora de períodos conhecidos pela alta nas chuvas.

2. Falta de recursos

Esse problema pode ser causado pelo fato de o cliente não possuir mais verba ou por uma falha na fase de planejamento.

Sem financiamento adequado, não há como comprar materiais ou pagar a equipe, e o projeto pode ser desligado por semanas, meses ou mesmo abandonado completamente.

Os gestores de obras devem usar softwares de gestão para empresas de construção para avaliar com precisão um projeto e trabalhar com o cliente para garantir que o financiamento da obra esteja seguro durante toda sua duração.

3. Mudanças inesperadas no projeto

Às vezes, o cliente simplesmente não consegue se decidir sobre o que quer ou não tem uma boa ideia de onde chegar com seu projeto.

Então, sua equipe de construção começará a trabalhar no projeto apenas para receber alterações na proposta inicial a cada duas semanas.

Alguns gestores de obras farão tudo o que podem para agradar seus clientes, mas chega um momento em que ele deve ser informado de que nenhuma outra alteração pode ser feita, para que o projeto não sofra mais atrasos.

4. A equipe está sobrecarregada

Alguns gestores de obras simplesmente assumem muitos projetos, deixando suas equipes sobrecarregadas.

Eles tentam correr de um projeto a outro para tentar completar tudo, mas, no fim do dia, todos os projetos acabam sofrendo atrasos.

Esse problema pode ser evitado por um gestor que conhece as capacidades de sua equipe e as dificuldades executivas de cada etapa do projeto.

5. Demora no licenciamento

Qualquer projeto precisa estar em dia com as leis municipais, estaduais e federais e outros regulamentos de construção.

Contudo, se isso não for verificado em tempo hábil, chances são de que a obra fique parada aguardando alguma documentação.

O gestor da obra deve manter-se atento às regulações cabíveis ao projeto e as possíveis mudanças para que nenhuma etapa da obra seja interrompida por causa de burocracia.

6. Falta de mão de obra especializada

A escassez de mão de obra especializada é um grande problema  para construtoras no Brasil, além de ser um dos principais fatores que afetam a produtividade e o cumprimento dos prazos.

Isso pode acontecer tanto devido à dificuldade em recrutar profissionais na etapa de planejamento quanto ao longo da execução da obra.

Estes são apenas alguns dos erros que podem gerar atrasos na obra. Embora alguns deles simplesmente não possam ser evitados, um bom gerenciamento de obras pode minimizar suas consequências para que o cronograma e o custo do projeto não sejam afetados.

Fale com um dos nossos consultores especialistas e descubra como podemos ajudá-lo!

Deixe um Comentário