Novas tendências e mercado da Construção Civil para 2021

Acompanhar as tendências da construção civil é essencial para qualquer empresa e profissional que deseja se manter competitivo em um mercado repleto de avanços e transformações. Apesar da barreira cultural, o setor da construção tem apresentado grandes avanços na aceitação das mudanças tecnológicas nos processos construtivos e na implementação de conceitos modernos nas construções – novidades que podem trazer muitas mudanças vantajosas para o futuro próximo.

Durante o ano passado, todos testemunhamos mudanças dramáticas na indústria da construção e embora os desafios sejam imensos, a evolução é incrível. Em 2020, vimos um renascimento de novos fluxos de trabalho, parcerias e mentalidades – todos fortalecendo a indústria juntos. Por estes motivos, a indústria civil se manteve sólida apesar dos desafios, mesmo nos momentos mais difíceis da pandemia.

Além disso, as projeções da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) têm boas estimativas para este ano. Para 2021, espera-se o maior crescimento do setor em 8 anos, sendo que o Produto Interno Bruto (PIB) do segmento deve avançar 4% em 2021 – depois de recuar 2,8% em 2020. Assim, o mercado da construção civil tem grandes expectativas para 2021, e conta com várias tendências para este novo período.

Neste artigo, vamos analisar as principais projeções que podemos esperar para o setor este ano. Afinal, o 2021 está apenas começando e muitas oportunidades interessantes estão esperando por aqueles que estão prontos para transformar seus processos de construção. Confira a seguir as principais tendências da construção civil para este ano para se manter competitivo e atualizado!

A construção civil e o ano de 2020

Não é novidade que a pandemia do Coronavírus impactou profundamente o mercado como um todo – inclusive o setor da construção civil. Com a paralização das atividades comerciais e o resfriamento da economia, grande parte dos negócios se deparou com um período bastante desafiador que persiste até o momento e não possui previsão de voltar à normalidade.

Entretanto, o mercado civil é conhecido pela sua estabilidade mesmo em meio a tempos difíceis. No início da pandemia da covid-19, a Cbic chegou a prever encolhimento de até 11% no PIB do setor. Apesar disso, o setor chegou ao final do ano com recuo de apenas 2,8% do PIB, e criação de 138,4 mil postos de trabalho, sendo uma vitória para a construção civil neste momento de retração econômica.

Os dados somente deixam os especialistas mais entusiasmados com o potencial que a indústria civil guarda para este novo ano.

1. Foco crescente em sustentabilidade e resiliência climática

Proteger nosso ambiente natural, incorporando princípios sustentáveis ​​no ambiente construído e melhorando a infraestrutura para ser resiliente às mudanças climáticas são as principais prioridades nas tendências da construção civil. A preocupação com a sustentabilidade das obras tem aumentado cada vez mais nas construtoras, afinal, é um assunto que está cada vez mais sendo discutido em nossa sociedade e valorizado pelo mercado em geral.

Esta é uma tendência global que vem crescendo exponencialmente nos últimos anos, e a sua implementação já é uma realidade em muitos lugares do mundo: a Alliance for a Sustainable Future – uma parceria entre a Conferência de Prefeitos dos EUA e o Center for Climate and Energy Solutions – divulgou um relatório de 2020 citando que 60% das cidades pesquisadas nos EUA lançaram ou expandiram significativamente uma iniciativa climática ou política.

Mais do que uma forma de atender às demandas dos consumidores e reduzir os danos ao meio ambiente, esse tipo de diferencial também agrega maior eficiência energética e longevidade às obras. O uso de painéis solares para a produção de energia renovável, por exemplo, já é uma inovação que se tornou comum nas edificações, aumentando 560% em dois anos.

No entanto, existem inúmeras soluções que podem ser implementadas em todo tipo de obra. Outras tecnologias sustentáveis ​​que vêm sendo cada vez mais incorporadas nas construções são:

  • Cisternas para coleta e armazenamento de águas pluviais;
  • Telhados verdes como solução termoacústica;
  • Clarabóias para iluminação;
  • Jardins verticais para regular a temperatura interna;
  • Tijolos ecológicos.

No mesmo sentido, o reaproveitamento de materiais, como a reutilização de pisos e ladrilhos, o reuso de móveis antigos, o emprego de madeira de demolição, entre outros, é uma tendência para melhorar ainda mais a sustentabilidade nas edificações.

2. Tecnologia e eficiência

O maior diferencial para construtores e incorporadores neste ano provavelmente será a tecnologia na construção – especificamente, as inovações que podem aumentar a eficiência. Um dos principais impactos da pandemia de COVID-19 é a dependência cada vez maior da tecnologia na construção, de forma a facilitar a comunicação entre as partes envolvidas e agregar mais qualidade ao resultado final das construções.

Entretanto, a implementação da tecnologia como uma das mais importantes tendências da construção civil para 2021 se apresenta de várias maneiras diferentes, apresentando soluções para diversas etapas dos processos que envolvem uma obra – desde a concepção dos projetos até o canteiro de obras. Alguns tipos de tecnologia que só aumentarão em popularidade no futuro são:

Drones de construção

O uso de drones na indústria de construção continua sendo uma das tendências de crescimento mais rápido, com um aumento de 239% ano após ano. Afinal, a tecnologia oferece muito mais usos do que apenas fotografia aérea para empreendimentos imobiliários e comerciais.

Os drones de hoje são usados ​​para mapear rapidamente grandes áreas a longas distâncias, produzindo imagens e adquirindo informações relevantes a respeito do terreno ou empreendimento em estudo – enviando todos os dados para os profissionais em tempo real! Assim, são ferramentas muito úteis ​​para proporcionar uma tomada de decisão precisa e rápida, agilizando ainda mais todo o processo de construção.

Realidade Aumentada

Na frente do cliente, a realidade aumentada permite uma apresentação de projeto eficiente e fidedigna, facilitando a visualização e transformando os desenhos técnicos de pré-construção mais tangíveis e inteligíveis para os compradores e inquilinos. Para construtores e desenvolvedores, a realidade aumentada utiliza tecnologia de ponta para permitir:

  • Visualização 3D de projetos futuros em seu ambiente circundante;
  • Medição automatizada de edifícios;
  • Simulação rápida e acessível de mudanças arquitetônicas e estruturais;
  • Treinamento de segurança e simulações de risco.

Softwares BIM

O desenvolvimento da tecnologia da informação está ajudando os líderes do setor a se destacarem com maior eficiência. O BIM permite que os usuários gerem renderizações de projetos com muito mais rapidez e facilidade, reunindo em um só espaço os desenhos técnicos em 2D, os modelos de visualização em 3D, e todas as informações e dados relevantes a respeito da obra, como as especificações de materiais e peças. Tudo isso em um ambiente de trabalho integrado acessível a todos os profissionais envolvidos, em que as alterações feitas por qualquer uma das partes é visualizada em tempo real pelos colegas.

Como resultado, o BIM facilita as decisões de projeto, acelera o processo de conclusão e aumenta a qualidade do produto final, além de evitar erros e reduzir gastos excedentes. A Autodesk o descreve como “um processo inteligente baseado em modelo 3D para ajudar os profissionais a gerenciar edifícios e infraestrutura”. De acordo com o Finances Online, as principais soluções de software BIM disponíveis em 2021 incluem:

  • Autodesk BIM 360;
  • Tekla BIMsight;
  • Revit;
  • Navisworks;
  • BIMobject.

Comunicação remota

“Remoto” é a palavra do momento e qualquer coisa que prometa que uma tarefa pode ser concluída remotamente vai crescer rapidamente. Isso é válido tanto para tarefas de construção quanto para tarefas administrativas.

Os aplicativos móveis na indústria da construção permitem o acesso ao local de trabalho como nunca antes foi possível, incluindo inspeções visuais em tempo real, apresentação de projetos e medições precisas feitas a partir de uma câmera de smartphone. O COVID-19 fez com que as equipes encontrassem a necessidade de se reinventar para continuar a colaborar sem acesso físico a materiais, espaços ou mesmo outros profissionais de equipe. Por isso, aqueles que não estiverem atentos para se manter conectados estarão em desvantagem de produtividade e vendas no futuro.

3. Construção modular

A construção modular e a construção pré-fabricada, que já estavam em constante ascensão, devem ter um grande aumento de procura na era pós-pandemia, especialmente pelas particularidades do seu processo de fabricação.

A construção modular pré-fabricada, por sua própria natureza, ajuda a promover baixa densidade de trabalhadores, o que garante bastante espaço para distanciamento. O equipamento usado, como guindastes de teto, transportadores e elevadores, é projetado especificamente para permitir que menos trabalhadores movam componentes maiores, reduzindo a proximidade do trabalhador e os custos de mão de obra, além de aumentar a eficiência da construção e diminuir o tempo de conclusão do projeto.

Para mais informações e notícias a respeito do mercado da construção civil, não deixe de acompanhar nosso blog com conteúdos exclusivos!

Deixe um Comentário